Mini Abdominoplastia: O que é, Como e Onde fazer

Mini Abdominoplastia: O que é, Como e Onde fazer

Além dos cuidados básicos, paciência também será fundamental no seu pós-operatório de abdominoplastia. Antes de tudo é importante dizer que não é possível informar o valor exato da cirurgia. Isso porque nenhuma clínica pode passar um orçamento sem a paciente ter sido avaliada presencialmente pelo cirurgião. Entretanto, isso somente será necessário em pacientes que passaram por uma remoção enorme de pele flácida. Geralmente, a abdominoplastia não dificulta uma futura gravidez, já que ela não afeta em nada a saúde da mãe ou do bebê. Entretanto, há casos onde é preciso soltar a plicatura como quando a sutura está bem apertada, quando a criança é grande e quando há gêmeos.

Usualmente, o filtro solar deve ser usado por no mínimo 6 meses na cicatriz, caso ela seja exposta ao sol. Em geral, é utilizada a anestesia raqui ou peridural com sedação e não é necessário mais de um dia de internação no hospital. São utilizados curativos após a abdominoplastia, mas eles são retirados dentro de um dia, em média.

O que acontece durante a cirurgia?

Contudo, essa prática não é muito indicada já que, esteticamente, o resultado não será positivo. Além disso, a drenagem linfática em abdominoplastia ajuda a aliviar as dores e pode até acelerar a cicatrização. Após a correção da diástase, o cirurgião estica a pele flácida e realoca a gordura sobre a parede abdominal. A localização da cicatriz da técnica reversa fica logo abaixo dos seios, sendo ideal para flacidez na parte superior.Esta é uma técnica rara e dificilmente será indicada, pois a cicatriz fica localizada em outra região.

Exposição ao sol, ao calor excessivo e compressas quentes no local da sutura da abdominoplastia também são proibidos. O cigarro é inimigo da cicatrização e aumenta muito as complicações da cirurgia. Sobre o uso de remédios é fundamental informar ao médico, todos os medicamentos estão sendo usados e ao longo de quanto tempo. Entre em contato conosco e marque uma consulta para tirar dúvidas sobre esse e outros procedimentos.

No entanto, o cirurgião plástico tem o cuidado de posicioná-la em uma região que possa ser facilmente escondida pelas roupas íntimas ou biquínis. Não será necessário esperar tanto tempo para fazer a sua abdominoplastia. A grande maioria lipoescultura dos cirurgiões, recomendam fazer a cirurgia em pelo menos 6 meses após o parto. É claro que será necessário avaliar cada caso, e fazer exames para entender o estado de saúde da paciente, para somente então, realizar a cirurgia.

O que é a abdominoplastia e como ela pode ajudar?

Nos primeiros meses, o abdômen apresentará uma insensibilidade relativa, e períodos de “inchaço”, que só regredirá com o passar dos meses. Nesta fase, ficará com aspecto de esticado ou plano e com o decorrer dos meses vai gradativamente atingindo o resultado definitivo. Neste período acontece um espessamento natural da cicatriz, e mudança na tonalidade de sua cor, passando de vermelho para o marrom, que vai, aos poucos, clareando. Não temos como apressar o processo natural da cicatrização, mas recomendamos alguns cuidados às pacientes, porém o tempo se encarregará de amenizar os vestígios da cicatriz. O tempo de duração da abdominoplastia pode variar muito, mas a maioria dos procedimentos dura entre uma a três horas. O tempo varia conforme a extensão do tratamento, quantidade de tecido a ser removido e da associação ou não da lipoaspiração.

Mini Abdominoplastia

Esse procedimento também consegue remover as estrias localizadas na região, pois há a remoção de pele. Na mini abdominoplastia, o paciente geralmente está dentro do seu peso ideal, porém possui uma quantidade de pele em excesso na região da barriga, abaixo da linha do umbigo, o que causa muitos incômodos. Esse excesso é retirado com uma incisão menor, sem precisar unir os músculos, reposicionar o umbigo e tirar muitas gorduras. Muitos pacientes que buscam a abdominoplastia são mulheres que estiveram grávidas recentemente. Isso ocorre, pois a gestação alonga a pele e os músculos abdominais, além de predispor ao acúmulo de gordura no abdômen.

Quais os riscos envolvidos na cirurgia de abdominoplastia?

Para se submeter ao procedimento, no entanto, a paciente precisa agendar uma avaliação com um médico cirurgião plástico para que possa indicar o procedimento ideal. É uma cirurgia que deve ser feita com um plástico qualificado e experiente, e é importante seguir todas as orientações médicas durante o pós-operatório para garantir uma recuperação tranquila e sem complicações. O paciente deve evitar fazer esforço e erguer peso por 30 dias, retomando as atividades físicas gradualmente conforme a liberação médica. As sessões de drenagem linfática são recomendadas a partir do quarto dia. Também tem grande importância no resultado da Abdominoplastia a espessura do panículo adiposo sobre esta região. A Abdominoplastia não diminui a espessura da gordura que ficará constituindo o novo abdome, porém a perda de peso ou uma lipoaspiração após 6 a 12 meses poderá ser realizada visando deixá-lo menos espesso.

Ou seja, é um procedimento realizado em pessoas que têm uma quantidade excessiva de pele. Quer dizer então, que é ideal para as mulheres que estão dentro do peso ideal. Mas com uma quantidade mínima de flacidez muscular, localizada abaixo do umbigo. A cicatriz da miniabdominoplastia é menor, indicada para retirar pouca flacidez abdominalEsta técnica é indicada para quem tem bem POUCA pele flácida. A incisão fica localizada na horizontal, com a extensão de uma ponta a outra do quadril.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *